Ação social

A UNICEF e a Dodot têm um acordo de colaboração em Espanha e Portugal através do qual a marca de fraldas e toalhitas Dodot apoia a organização na sua missão de defender o cumprimento dos direitos de todos os meninos e meninas do mundo.
O tétano neo-natal

O tétano neo-natal

Infelizmente, até à data, o tétano continua a ser uma doença mortal em países como o Quénia, Tanzânia, Indonésia, Senegal, Paquistão, Sudão, Nigéria, Iémen e todas as zonas de pobreza extrema, onde o acesso a cuidados de saúde básicos é inexistente.

A ausência desta assistência médica, assim como a falta de higiene nas práticas do parto, favorecem o contágio da doença, que ocorre quando as bactérias do tétano entram em contacto com uma ferida aberta. Na maioria dos casos, os bebés infetados não chegam a completar as 4 semanas de vida.

Os dados mais recentes indicam que têm vindo a ser feitos importantes avanços em matéria de sobrevivência infantil. O número mundial de mortes de meninos e meninas diminuiu para níveis inéditos, já que a estimativa atual é de 8,8 milhões, depois de ter alcançado 13 milhões em 1990.

Grande parte do progresso obtido em diversas partes do mundo deve-se à adoção generalizada de medidas e políticas de saúde básicas, que incluem o aleitamento precoce e exclusivo e a vacinação contra doenças passíveis de prevenção, como o sarampo, a poliomielite ou o tétano neo-natal e da mãe. Desde 1999, 14 países conseguiram erradicar o tétano neo-natal e milhões de mulheres foram vacinadas contra esta doença.

Quais as medidas de prevenção?

O tétano da mãe e neo-natal é totalmente prevenível através da vacinação e de práticas higiénicas no nascimento. No entanto, a dificuldade de acesso às vacinas, assim como o desconhecimento sobre o tratamento, são entraves a combater. Para tal, a UNICEF disponibiliza apoio técnico e financeiro, necessário para que os programas de imunização possam ser levados a cabo de modo eficiente.

Procurar e distribuir vacinas é uma das funções básicas para o êxito do programa. É uma tarefa árdua que vai desde o fabrico da vacina, durante 1 ou 2 anos, ao envio da mesma para os diversos países de destino, por vezes lugares remotos que exigem uma logística precisa que garanta o fornecimento, a manutenção da cadeia de frio e que as vacinas cheguem em perfeitas condições ao seu recetor final.

A isto acresce a gestão necessária para conseguir com que os fabricantes vendam as vacinas a um preço adequado, que não encareça ainda mais o processo de fornecimento.

Para mais informações sobre o tétano neo-natal e da mãe, descarregue este PDF.

Juntos para um nascimiento feliz

Juntos para um nascimiento feliz

Um dos projetos no qual a Dodot participa ativamente é na angariação de fundos para a iniciativa da erradicação do tétano da mãe e do recém-nascido. Os fundos da campanha Dodot e UNICEF, Juntos para um nascimento feliz destinar-se-ão à compra de vacinas contra o tétano neo-natal para os países onde a cobertura de vacinação é mais baixa.


1 envase = 1 vacuna

De que forma a Dodot apoia esta iniciativa?

Por cada nascimento em Espanha, a Dodot doa 2 vacinas e, por cada embalagem comprada com o logótipo da UNICEF, doa o custo equivalente à dose de uma vacina (€0,053) para a luta contra o tétano neo-natal.

Se der à luz em Espanha ou se comprar embalagens de fraldas e toalhitas Dodot que contenham o logótipo da UNICEF na embalagem, está a ajudar a Dodot e a Unicef a vacinar contra o tétano mulheres em idade fértil e mães grávidas de países em vias de desenvolvimento.

Ação 2007 – Madagáscar

Em finais de Outubro de 2007, celebrou-se em Madagáscar a Semana da Saúde Materno-Infantil, uma ação em massa que mobilizou cerca de 12 000 profissionais de saúde, 12 000 agentes sanitários e 35 000 mobilizadores sociais que trabalharam intensamente para chegar até às aldeias mais remotas e oferecer um pacote de serviços de saúde básicos através dos 8500 postos de saúde montados para a ocasião.

O pacote incluía suplementos de vitamina A, vacinas contra o sarampo e o tétano neo-natal, comprimidos para desparasitar meninos e meninas com menos de 5 anos, mães de primeira viagem e mulheres grávidas. Ao mesmo tempo, foram distribuídos mais de 1,5 milhões de mosquiteiros impregnados de inseticida para combater o paludismo.

Madagáscar conseguiu erradicar o tétano neo-natal e da mãe em 2008 e procura prestar assistência médica básica a, pelo menos, 80% de todas as mulheres e crianças menores de 5 anos e contribuir para o Objetivo de Desenvolvimento do Milénio de reduzir em dois terços os números de mortalidade infantil no mundo antes de 2015.

Ação 2008 – República Centroafricana

Em 2008, a Dodot e a UNICEF levaram a cabo uma campanha de vacinação na Républica Centroafricana, acompanhados pela modelo Estefanía Luyk.

Ação 2010 - Kimbo

Ao longo de 2010, a Dodot apoiou a UNICEF com a sua ação Kimbo, uma campanha de participação social na qual, por cada pessoa que publicasse uma foto mudando o seu nome para Kimbo, a Dodot doava uma vacina contra o tétano.

Dodot com os direitos das crianças

Dodot com os direitos das crianças

A Dodot tem um forte compromisso com os direitos das crianças e de fazer chegar a informação a todos os pais e mães do mundo.

Para mais informações sobre os direitos das crianças, incentivamo-lo/a a consultar estas duas páginas web:

Os direitos das crianças para pais (Dodot).

Os direitos das crianças para filhos (Kandoo).

Mais de 24 milhões de vacinas distribuídas

Desde 2007, e com a ajuda da Dodot, a UNICEF já enviou mais de 24 milhões de vacinas para países subdesenvolvidos na sua luta contra o tétano.
$as.image_text.getData()

mais 34 países sem tétano

Graças à campanha global da UNICEF, que contou com a colaboração da Dodot, o tétano neo-natal foi erradicado em mais de 34 países.
$as.image_text.getData()
Desde que começou a iniciativa global da UNICEF para a erradicação do tétano neo-natal e maternal, a doença foi erradicada em 34 dos 58 países onde, inicialmente, foi detetada a sua presença. Destes 34 países, os fundos da Dodot ajudaram a erradicar o tétano neo-natal e maternal em Myanmar e no Uganda.